Informação sobre hipotireoidismo, causas, sintomas, prevenção e tratamento do hipotireoidismo, identificando os diversos tipos existentes. Abordamos o hipotireoidismo em mulheres durante gravidez, em crianças e recém nascidos, contribuindo para um maior conhecimento sobre este problema de saúde.


O que causa o hipotireoidismo

Podem existir muitas razões pelas quais as células da glândula tireóide não podem produzir hormônio suficiente da tireóide. Aqui estão as principais causas, desde a mais comum até à menos comum:
• Doença auto-imune. Nos corpos de algumas pessoas, o sistema imunológico, que protege o corpo de infeções pode ficar confundido e invadir as células da glândula tireóide e suas enzimas para as atacar. Então, deixa de haver número suficiente de células da tireóide e enzimas, deixando de produzir hormônio da tireóide suficiente. Isto é mais comum em mulheres do que em homens. Tireoidite auto-imune pode começar repentinamente ou pode desenvolver-se lentamente ao longo dos anos. As formas mais comuns são a tireoidite de Hashimoto e tireoidite atrófica.
• A remoção cirúrgica de parte ou da totalidade da glândula tireóide. Algumas pessoas com nódulos da tireóide, câncer da tireóide, ou doença de Graves precisam de ter uma parte ou a totalidade de sua tireóide removida. Se toda a tireóide for removida, as pessoas vão ficar definitivamente com hipotireoidismo. Se parte da glândula for deixada, pode ser capaz de produzir hormona da tireóide suficiente para manter os níveis sanguíneos normais.
• O tratamento de radiação. Algumas pessoas com doença de Graves, bócio nodular ou câncer de tireóide são tratadas com iodo radioativo, com a finalidade de destruir a sua glândula tireóide. Os doentes com doença de Hodgkin, linfoma, ou cancros da cabeça e pescoço são tratadas com radiação. Todos estes pacientes podem perder parte ou a totalidade de sua função tireoidiana.
• O hipotireoidismo congênito (hipotireoidismo em bebê no nascimento). Alguns bebês nascem sem tireóide ou com apenas uma parte formada. Alguns têm parte ou a totalidade de sua tireóide no lugar errado (tireóide ectópica). Em alguns bebês, as células da tireóide ou suas enzimas não funcionam de modo correto.
• Tireoidite. Tireoidite é uma inflamação da glândula tireóide, geralmente causada por um ataque auto-imune ou por uma infeção viral. Tireoidite pode fazer com que exista despejo de toda o hormônio da tireóide armazenado no sangue, de uma só vez, fazendo breve hipertireoidismo; sendo que em seguida, a tireóide se torne hipoativa.
• Medicamentos. Os medicamentos tais como a amiodarona, o lítio e alfa interleucina-2 podem impedir a glândula tireóide de ser capaz de produzir hormona normalmente. Estas drogas são mais susceptíveis de provocar hipotireoidismo em pacientes que têm uma tendência genética para doença auto-imune da tireóide. 
• Muito ou pouco iodo. A glândula tireóide precisa de iodo para produzir hormônio da tireóide. Iodo entra no corpo em alimentos e viaja através do sangue para a tireóide. Manter a produção de hormônios da tireóide em equilíbrio requer a quantidade certa de iodo. A presença de muito iodo pode causar ou agravar hipotireoidismo.
• Danos à glândula pituitária. A hipófise, a "glândula mestra", informa a tireóide de quanto hormônio pode produzir. Quando a hipófise é danificada por um tumor, radioterapia ou cirurgia, pode já não ser capaz de dar as instruções à tireóide, e a tireóide pode deixar de produzir hormônio suficiente. 
• Doenças raras que infiltram a tireóide. Em algumas pessoas, as doenças depositam substâncias anormais na tireóide e prejudicam a sua capacidade de funcionamento. Por exemplo, a amiloidose pode depositar proteína amilóide, a sarcoidose pode depositar granulomas, e hemocromatose pode depositar ferro.

Índice dos artigos relativos a Hipotireoidismo
POSTAGENS POPULARES

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL